AUGUSTO PESSÔA - CONTADOR DE HISTÓRIAS - (BRASIL)

Minha foto
Ator, Cenógrafo, Figurinista, Arte Educador Dramaturgo e Contador de Histórias. Bacharelado em Artes Cênicas (Habilitação em Interpretação e Habilitação em Cenografia) pela UNI-RIO - Universidade do Rio de Janeiro.

A PANQUECA FUGITIVA, O RESMUNGÃO E OUTROS CONTOS NÓRDICOS

A PANQUECA FUGITIVA, O RESMUNGÃO E OUTROS CONTOS NÓRDICOS

HISTÓRIAS DE NATAL

HISTÓRIAS DE NATAL
livro de contos populares adaptados e ilustrados por Augusto Pessõa - Ed. Escrita Fina (2010)

HISTÓRIAS DE BRUXAS - livro

HISTÓRIAS DE BRUXAS - livro
Clique na imagem para conhecer o livro e a Editora LIVROS ILIMITADOS. Você pode adquir um exemplar do livro de Augusto Pessôa e conhecer outras publicações da editora.

sábado, 14 de fevereiro de 2009

A MENINA QUE VIROU CORUJA

Havia numa daquelas tribos da África uma menina, por nome Gerarda. A menina era terrível, bulia com todo mundo, maltratava os animais, troçava dos mais velhos, e afinal de contas era o diabo em figura de gente. Um dia, ela estava sentada na porta da casa onde morava, quando foi passando uma velhinha conhecida por malfazeja, ou bruxa, a quem todos daquele lugar tinham um grande medo e respeito. A danada da menina não perdeu tempo, correu atrás da velhinha gritando:
- Velha bruxa, coruja do inferno, o que foi que você veio fazer aqui?
A velha, indignada com a menina, jogou nela uma maldição:
- Vai-te daqui, menina do diabo! Você vai crescer, vai ter filhos, vai ficar velha também e vai sofrer pra você saber como é bom fazer os outros sofrerem. E um dos seus filhos vai virar coruja, só podendo vagar de noite!
Mas a Gerarda? Nem te ligo!! E continuou a aperrear a velha.
Os tempos foram passando e Gerarda continuava na mesma vidinha, até que ficou moça e bonita. Conheceu um rapaz que tinha uma grande roça e era muito trabalhador. Casou com ele. Gerarda teve, junto com seu marido, duas filhas: primeiro nasceu Lalu. E quando a menina fez 12 anos, nasceu Besebé. Mas aí aconteceu uma desgraça. O marido de Gerarda morreu picado por uma cobra venenosa quando trabalhava na roça. Gerarda ficou muito triste, mas tinha que criar as filhas e passou a trabalhar na roça no lugar do marido.
Ela gostava muito de comer Amalá (que é um caruru de quiabos). Um dia ela foi para a roça de manhã bem cedinho, mas deixou em casa um bocado de quiabos para quando voltasse da roça fazer seu caruru. Mas não deixou carne. Aconteceu que ela demorou muito e Lalu, que já estava sentido muita fome, resolveu fazer o caruru. Cortou os quiabos, colocou no fogo para cozinhar e depois procurou a carne para botar no caruru. Não encontrou. Ela resolveu então pegar Besebé. Matou a irmã como se fosse um porquinho. Depois tratou, cortou em pedacinhos, colocando dentro da panela do caruru para cozinhar junto com os quiabos. Em seguida, temperou com sal e azeite-dendê. Quando o caruru já estava cozido, ela comeu, deixando o resto para sua mãe quando voltasse da roça. Horas depois, Gerarda chegou morta de cansada, com fome e pensando que ainda ia ter que fazer comida. Foi quando Lalu disse para ela:
- Mamãe, já fiz o caruru. Já comi minha parte, e o da senhora está na panela.
Gerarda, que estava em tempo de morrer de fome, mais que depressa correu para a panela, se serviu de um bocado de caruru e comeu sem notar que o mesmo continha carne, sem que ela tivesse deixado alguma em casa. Depois que ela descansou bem, notou que sua filhinha Besebé estava muito quieta e foi espiar. Quando ela chegou na porta do quarto e não viu a menina, chamou Lalu e perguntou: .
- Cadê Besebé, minha filha? Onde é que ela está?
Lalu, correndo pela porta da rua afora, gritou:
- Matei Besebé e botei no caruru, pra senhora comer!
Gerarda, com as mãos na cabeça, caiu alucinada no chão. Ela ficou doente e sentindo remorso de todas as coisas más que já tinha praticado na sua vida. Porém, o tempo passou e Gerarda, resignada de que estava pagando por suas maldades, continuou a viver enfrentando a vida da forma que se apresentava.
Lalu, saiu da casa de sua mãe e ficou à toa pelas ruas até que encontrou Ogum, que a levou para casa, a fim de cuidar das suas roupas e ferramentas. Lalu, depois que chegou na casa de Orixá, começou a abusar, vendendo as ferramentas e as roupas de Ogum. Um dia, Ogum tinha que fazer uma viagem. Aí chamou Lalu e pediu as roupas que queria juntamente com as ferramentas. Lalu, vendo o perigo que corria, saiu pela porta da rua gritando:
- Vendi suas roupas e ferramentas!
E foi para casa de Oxossi, acontecendo à mesma coisa. E assim ela correu a casa de quase todos os orixás. Por fim ela chegou na casa de um velhinho, que estava todo enrolado com panos bem alvos, se aquecendo ao fogo. Quando Lalu viu o velhinho, falou consigo mesma:
- Aqui deve ter pouco trabalho, está bom pra mim.
Depois perguntou ao velhinho como ele se chamava. Ele disse que o seu nome era Oxalá e perguntou o dela. A menina respondeu. Então Oxalá convidou Lalu para tomar conta de sua casa. E a menina passou a tomar conta da casa de Oxalá fazendo a mesma coisa que já tinha feito na casa dos outros orixás. Mas dessa vez foi diferente. Quando ela saiu pela porta da rua Oxalá a amaldiçoou dizendo:
- Lalu, de agora por diante você será uma coruja e só terá direito de vagar à noite.
E assim Lalu se tomou em uma coruja e saiu voando. À noite, pousou no telhado da casa de Gerarda e começou a cantar. A mulher reconheceu na voz da coruja a voz de sua filha Lalu. Gerarda lembrou da praga que a bruxa havia rogado quando ela ainda era menina. Gerarda teve um vexame tão grande e morreu, ficando a coruja vagando eternamente pela noite.
CONTO POPULAR AFRICANO – ADAPTAÇÃO DE AUGUSTO PESSÔA

Nenhum comentário:

A RÃ E O BOI - VÍDEO

A RÃ E O BOI - VÍDEO
Apresentação de Augusto Pessôa no Simpósio Internacional de Contadores de Histórias SESC RJ 2010. Clique na imagem e assista a história

A MENINA QUE FAZIA AZEITE DE DENDÊ

A MENINA QUE FAZIA AZEITE DE DENDÊ
Clique na imagem e assista a hitória

UMA APOSTA (VÍDEO)

UMA APOSTA (VÍDEO)
Conto de Artur Azevedo. CLIQUE NA IMAGEM E VEJA O VÍDEO

LIVROS LEGAIS

  • GRAMÁTICA DA FANTASIA de Gianni Rodari - Summus Editorial.
  • GUARDADOS DO CORAÇÃO – Memorial para Contadores de Histórias de Francisco Gregório Filho - Editora Amais.
  • FÁBULAS ITALIANAS de Ítalo Calvino - Editora Companhia das Letras
  • DICIONÁRIO DE FOLCLORE BRASILEIRO de Câmara Cascudo - Editora Itatiaia
  • VASOS SAGRADOS de Maria Inez do Espírito Santo - Ed Rocco
  • MEUS CONTOS AFRICANOS - seleção de Nelson Mandela - Ed Martins
  • LENDAS BRASILEIRAS de Camara Cascudo - Ediouro
  • CONTOS TRADICIONAIS DO BRASIL de Camara Cascudo - Ed Itatiaia
  • CONTOS POPULARES DO BRASIL de Silvio Romero - Ed Itatiaia

A MOURA TORTA

A MOURA TORTA
Clique na imagem e assista a um trecho do espetáculo

MARIA BORRALHEIRA (VÍDEO)

MARIA BORRALHEIRA (VÍDEO)
Peça teatral baseada no conto popular MARIA BORRALHEIRA com Augusto Pessôa e Rodrigo Lima. Direção Rubens Lima Junior. Clique na foto e assista a um trecho da peça.

FELIZES PARA SEMPRE (RESENHA)

FELIZES PARA SEMPRE (RESENHA)
Clique na imagem e veja a resenha do livro FELIZES PARA SEMPRE

QUANDO OS BICHOS AINDA FALAVAM

QUANDO OS BICHOS AINDA FALAVAM
Apresentação no Simpósio Internacional de Contadores de Histórias SESC RJ 2009

A MENINA QUE VIROU CORUJA (VÍDEO)

A MENINA QUE VIROU CORUJA (VÍDEO)
Conto Africano. Clique na imagem e assista ahistória

ERA VIDRO E SE QUEBROU (VÍDEO)

ERA VIDRO E SE QUEBROU (VÍDEO)
Apresentação do Coral da Ciser - Joinville (2009). Cliuqe na imagem e assista a um trecho do espetáculo

ERA VIDRO E SE QUEBROU (VÍDEO)

ERA VIDRO E SE QUEBROU (VÍDEO)
Apresentação do Coral da Ciser - Joinville (2009). Clique na imagem e assista a um trecho do espetáculo.

ERA VIDRO E SE QUEBROU (VÍDEO)

ERA VIDRO E SE QUEBROU (VÍDEO)
Apresentação do Coral da Ciser - Joinville (2009). Clique na imagem e assita a um trecho do espetáculo

O REI DOENTE DO MAL DE AMORES - SONHO DE MENINA

O REI DOENTE DO MAL DE AMORES - SONHO DE MENINA
Apresentação no SESC Niterói - nov 2009 - Clique na imagem e assista a apresentação.

O MARIDO FIEL - VÍDEO

O MARIDO FIEL - VÍDEO
Conto de Nelson Rodrigues - adaptação e narração de Augusto Pessôa. Clique na imagem e assista a história.

O JABUTI E A FRUTA (VÍDEO)

O JABUTI E A FRUTA (VÍDEO)
conto popular adaptado por Augusto Pessôa. CLIQUE NA IMAGEM E ASSISTA AO VÍDEO

VOU BUSCAR O MEU AMOR (VÍDEO)

VOU BUSCAR O MEU AMOR (VÍDEO)
Cena do espetáculo A MOURA TORTA. Clique na foto e veja a cena

A MOURA TORTA

A MOURA TORTA
Clique na imagem e assista a um trecho do espetáculo em cartaz no teatro do Jockey - Gávea

JABUTI

JABUTI
Apresentação no Simpósio Internacional de contadores de Histórias - SESC RJ 2009. Clique na imagem e assista a um trecho da apresentação

O REI DOENTE DO MAL DE AMORES - abertura da peça (VÍDEO)

O REI DOENTE DO MAL DE AMORES - abertura da peça  (VÍDEO)
Apresentação no SESC Niterói - nov 2009 - Clique na imagem e assista a apresentação

A NOITE QUE A LUA SUMIU DO CÉU (VÍDEO)

A NOITE QUE A LUA SUMIU DO CÉU (VÍDEO)
Clique na imagem e veja um clipe do espetáculo

A DAMA DO LOTAÇÃO (VÍDEO)

A DAMA DO LOTAÇÃO (VÍDEO)
conto de Nelson Rodrigues. Adaptação e narração de Augusto Pessôa

O REI DOENTE DO MAL DE AMORES (VÍDEO)

O REI DOENTE DO MAL DE AMORES (VÍDEO)
Peça baseada no conto popular O REI DOENTE DO MAL DE AMORES (2003). Clique na foto e veja um trecho do espetáculo.

TOC, TOC, TOC, TOC (VÍDEO)

TOC, TOC, TOC, TOC (VÍDEO)
Conto de Arur Azevedo. CLIQUE NA IMAGEM E VEJA O VÍDEO

MALASARTES E O HOMEM ENGANADO DUAS VEZES (VÍDEO)

MALASARTES E O HOMEM ENGANADO DUAS VEZES (VÍDEO)
Contação de Histórias. Clique na imagem e assista a contação.

MENINA FACEIRA

MENINA FACEIRA
Apresentação de Augusto Pessôa e Rodrigo Lima no Instituto Moreira Salles - set 2009. Clique na imagem e veja a apresentação.

HISTÓRIA DE ANTANHO (VÍDEO)

HISTÓRIA DE ANTANHO (VÍDEO)
NA CASA DE SEU PEDRÃO. Apresentação de Augusto Pessôa e Rodrigo Lima no SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CONTADORES DE HISTÓRIAS - SESC RJ (2008). Clique na imagem e veja a apresentação

MÚSICA - NA FEIRA DO TEM TEM (VÍDEO)

MÚSICA - NA FEIRA DO TEM TEM (VÍDEO)
O Rei Doente do Mal de Amores - apresentação no SESC Niterói 2009. Clique na imagem e assista a cena.

PARA SEMPRE FIEL (VÍDEO)

PARA SEMPRE FIEL (VÍDEO)
Conto de Nelson Rodrigues - adaptação e narração de Augusto Pessôa

SUSPIROS VÃO E VEM (VÍDEO)

SUSPIROS VÃO E VEM (VÍDEO)
Apresentação do espetáculo O REI DOENTE DO MALDE AMORES no SESC Niterói 2009. Clique na imagem e assista a apresentação

MALASARTES! (VÍDEO)

MALASARTES! (VÍDEO)
Peça baseada nas histórias de Pedro Malasartes. Clique na foto e veja um trecho do espetáculo

O JABUTI E A FRUTA

O JABUTI E A FRUTA
Apresentação no Simpósio Internacional de Contadores de Histórias - SESC RJ 2009. Clique na imagem e assista a história

A MOURA TORTA

A MOURA TORTA
Crítica do espetáculo publicada no JORNAL DO BRASIL

MARIA BORRALHEIRA - CRÍTICA (IMAGEM)

MARIA BORRALHEIRA - CRÍTICA (IMAGEM)
Clique na imagem e leia a crítica sobre o espetáculo

MALASARTES - CRÍTICA (IMAGEM)

MALASARTES - CRÍTICA (IMAGEM)
Clique na imagem e leia a crítica do espetáculo.

CRÍTICA DO ESPETÁCULO O REI DOENTE DO MAL DE AMORES

CRÍTICA DO ESPETÁCULO O REI DOENTE DO MAL DE AMORES

MALASARTES - Histórias de Um Camarada Chamado Pedro

MALASARTES - Histórias de Um Camarada Chamado Pedro
Livro de Augusto Pessôa publicado pela Editora ROCCO (2007)

FELIZES PARA SEMPRE

FELIZES PARA SEMPRE
Livro com adaptações de Augusto Pessôa - Editora ROCCO (2003)

CONTOS DE HUMOR

CONTOS DE HUMOR
Contos de Artur Azevedo - organização Augusto Pessôa - Editora ROCCO (2008)

CONTANDO HISTÓRIAS NA ABL

CONTANDO HISTÓRIAS NA ABL
CONTANDO HISTÓRIAS NA BIBLIOTECA DA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS